Internet

Hoje é dia mais triste do ano

A cada terceira segunda-feira do mês de janeiro celebra-se, ou não, o dia mais triste e deprimente do ano! No entanto, e para que não se deixe influenciar pelo calendário e entre da melhor maneira na semana, aconselhámo-lo a ler este artigo! Se trabalha em Marketing Digital, não pode mesmo deixar de o ler!

Em 2019, o dia mais triste do ano é hoje, dia 21 de Janeiro, mas a história deste dia remonta a 17 de Janeiro de 2005, data em que foi apresentada uma campanha de marketing da empresa de viagens Sky Travel, que afirmava ter uma equação, devidamente escudada por um professor catedrático de Cardiff, Cliff Arnall, que permitia calcular a data exata do dia mais deprimente de cada ano. Então, este dia foi batizado de “Blue Monday”!

 

O que é a Blue Monday?

A Blue Monday é nada mais nada menos que o dia mais deprimente do ano! Ou não, como veremos mais à frente…. Este resultado obteve-se depois da agência de viagens Sky Travel alegar que calculou uma equação com variantes como o clima, o nível de dívida acumulada, o tempo que passou desde o último fracasso ou a motivação geral.

A ideia foi de imediato ridicularizada por cientistas como uma data ‘nonsense’, mas passados 14 anos, podemos dizer que a Blue Monday tornou-se uma lenda espalhada por todo o mundo.

Esta data, que não passou de uma jogada de marketing, ainda é usada por algumas empresas nos dias de hoje.

 

O dia mais triste do ano gera consumo

Muitas variações desta história, têm sido repetidamente reutilizadas por outras empresas apesar da descrença científica em que caiu a efeméride. O marketing tem aproveitado para celebrar internacionalmente esta data com uma série de campanhas que oferecem possibilidades de felicidade, desde promoções e descontos em variadíssimos produtos ou serviços.

A cada ano que passa, a Blue Monday é cada vez mais popular e consegue despertar de forma mais intensa o interesse dos consumidores. Se analisarmos os gráficos do Google Trends, percebemos que a cada ano que passa, os picos de interesse em torno deste dia, são bem maiores. O dia já entrou na cultura popular e tornou-se uma data de destaque do calendário.

 

Consumir para compensar a depressão

Transmitindo a ideia que o dia de hoje é o mais deprimente do ano, há que desenvolver mecanismos para combater a depressão! É esse o lema de muitas campanhas de marketing, essencialmente no digital, oferecendo-se neste dia sugestões de produtos ou serviços para ultrapassar da melhor forma este dia. No entanto, apelamos sempre ao lado racional e em boa verdade, é preciso diferenciar a tristeza da depressão.

Rúben Rocha, neuropsicólogo, diz-nos que a “tristeza é uma emoção normal e comum do ser humano, surgindo por diversas vezes durante a vida de qualquer pessoa. Esta emoção é desencadeada sempre que uma pessoa se depara com uma experiência difícil ou dolorosa.” O nosso especialista em neuromarketing ressalva que “assim que a situação que provocou esse sentimento muda, a tristeza desaparece. Já a depressão, é uma doença que necessita de tratamento.”

 

Comprar em consciência

É de salientar, que qualquer um de nós, pode e deve aproveitar as promoções oferecidas neste dia. Se necessitar de um produto ou serviço, aproveite a promoção, em consciência, claro! É um dia com o qual qualquer pessoa se pode identificar, essencialmente se procura promoções e descontos, todavia, siga estes 5 conselhos essenciais:

  1. Faça uma lista do que realmente precisa;

  2. Estabeleça um orçamento;

  3. Faça uma pesquisa para comparar preços;

  4. Leia os comentários de outros compradores;

  5. Não se deixe levar pelo fator tempo.

 

Economia sustentável

Todos nós, temos consciência que cada vez mais, é necessário poupar, contudo, economia sustentável não é comprar de forma desenfreada. O conceito de economia sustentável é amplo e possui diversas abordagens, sendo em geral visto como um conjunto de práticas que levam em conta não só o lucro, mas também a qualidade de vida dos indivíduos e a harmonia com a natureza.

Foi o mercado que formou o atual e devastador modelo económico que, por se sustentar numa escala de produção crescente para satisfazer níveis de consumo exagerados, dilapida os principais serviços ecossistémicos, exaurindo recursos ambientais acima da capacidade de regeneração do sistema ecológico.

 

O dia de hoje triunfou para algo crucial

A busca da felicidade é o combustível que move a humanidade e se animar por um dia é uma vitória fácil no marketing, interagindo com as pessoas, criando conteúdo sobre a felicidade e atribuindo promoções aos produtos e serviços que irão fazer felizes milhares de compradores, os profissionais de marketing podem ficar igualmente felizes, principalmente pelo sucesso da ideia da Blue Monday!