Websites

O site da sua empresa está preparado para o fim do Flash Player?

A Adobe anunciou oficialmente no ano de 2017 que não iria manter o Flash Player ativo a partir de 2020. A faltar pouco mais de 1 ano para o término do Flash Player, é conveniente que as empresas que ainda mantém o seu website em Flash, transfiram-no para outro tipo de tecnologia.

Depois que tecnologias como HTML5, WebGL ou WebAssembly começaram a assumir o controle, o Flash Player parece uma coisa do passado. Acompanhando isso, o Google Chrome também começou a exibir avisos a indicar que desativará o plug-in Flash Player a partir de Dezembro de 2020.

 

Outros dos principais navegadores do mercado, tal como o Microsoft Edge e o Safari (da Apple) já anunciarem também o bloqueio do Flash, pois a maioria dos browsers utiliza HTML5 já há algum tempo.

 

O Flash Player está ativo há mais de 20 anos e foi usado para uma variedade de conteúdo online, executando aplicativos da web, incluindo jogos e vídeos. Segundo um relatório do Google, mais de 80% dos usuários do Chrome na área de trabalho costumavam visitar um site com conteúdo em Flash pelo menos uma vez por dia. Em 2019, o percentual dessas pessoas caiu para apenas 17%. Isso indica que mais e mais sites migraram para tecnologias avançadas que não exigem o plug-in do Flash Player.

 

Porque razão o Flash Player vai acabar?

 

A razão dada pela Adobe para encerrar o suporte ao Flash é que a tecnologia da web amadureceu, novos formatos foram adotados e dispensam o uso de plug-ins como o Flash.

 

Essas tecnologias da web também são consideradas mais rápidas e confiáveis ​​que o Flash. Atualmente, o Google Chrome solicita permissão do usuário, caso um site precise do Flash Plugin para ser executado. 

 

O que vai acontecer até Dezembro de 2020?

 

A Adobe está a tentar tornar a internet livre de Flash e forçar os sites a mudarem para tecnologias mais rápidas e seguras. Até ao final de 2020, se o site da sua empresa usar tecnologia Flash, ainda precisará do Flash Player para o poder executar corretamente. Após essa data, se o seu site migrar para novas plataformas não notará nenhum problema com o seu desempenho. Se não migrar o seu site, simplesmente deixará de o visualizar, assim como todos os restantes utilizadores da internet.

 

Como muitos sites ainda usam o Flash, a Adobe ficou comprometida em continuar a fornecer suporte à tecnologia durante 3 anos, juntamente com parceiros como Facebook e Mozilla, além dos já citados Apple, Google e Microsoft, no entanto, esse prazo está a terminar.

 

O que tenho que fazer se o site da minha empresa estiver em Flash Player?

 

A única coisa a fazer é migrar o seu site para tecnologias mais recentes, tais como HTML5, WebGL ou WebAssembly, por exemplo.

 

Se tem dúvidas, contacte-nos! A Mar Digital terá todo o gosto em redesenhar um novo website para a sua empresa, mais moderno, rápido e seguro.